Seja bem-vindo(a) !


Bem Vindos - Recados Para Orkut

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Projeto primavera


“Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao poder público e à coletividade o dever de defende-lo para as presentes e futuras gerações.” (Artigo 225 da Constituição)

JUSTIFICATIVA:
A medida em que o ser humano aumenta a sua capacidade de intervir na natureza, utilizando seus recursos tecnológicos para extrair do meio ambiente tudo aquilo que deseja. O uso indevido dos recursos não renováveis ou a poluição dos recursos renováveis são fatores que ameaçam a sobrevivência dos seres.Existem vários fatores que contribuem para a degradação da natureza, são eles: esgotamento do solo, poluição sonora provocada por barulho de automóveis, máquinas etc,poluição do ar da água e dos solos, destruição da camada de ozônio e muitos outros.Este projeto busca formar o senso crítico na criança, estimulando-a retirar da natureza somente o que é necessário para sua sobrevivência, mostrando para as crianças que o meio ambiente não pertence a elas, mas que elas estão inseridas nele.O cidadão que se preocupa com o ambiente em que vive precisa mudar sua forma de pensar e passar a agir com responsabilidade, sensibilidade e respeito.O pequeno de hoje será o adulto empreendedor de amanhã, se não formar uma consciência da importância de cuidar da natureza com cautela, irá agir de forma mesquinha, utilizando a natureza de forma desordenada e gananciosa, se for responsável e consciente irá se integrar ao meio ambiente, tornando-se parte dele só retirando dele aquilo que realmente necessita.Nós educadores devemos buscar a construção de uma consciência crítica pelos alunos, de modo a formar cidadãos éticos e humanos. É muito importante orientar as crianças a lidar com a natureza, tendo como objetivo despertar nos pequenos uma postura crítica frente à realidade das informações e os valores trazidos de casa ou veiculados pela mídia, pois os assuntos ambientais não são apenas de interesse individual, mas do coletivo, ou seja, são de interesse planetário.Este projeto busca ampliar as noções já elaboradas das crianças sobre o meio ambiente, nas suas mais variadas formas, pois a gente só protege e cuida daquilo que conhece e ama, é mais do que ensinar a criança a não poluir é educar o pequeno para que corrija aquele que ainda não aprendeu a tratar a natureza com o respeito que ela merece.Como nos dias de hoje estamos sempre com pouco tempo para realizar todas as tarefas que precisamos fazer, tendo pouco ou nenhum tempo dedicado a cuidar da boa alimentação, descanso e lazer, as indústrias criam novos meios de “facilitar” nossa vida, fabricando produtos em embalagens descartáveis que consomem matéria – prima e arrasam a natureza, cabe ao educador despertar na criança o patrulheiro ambiental, que irá fiscalizar e proteger a natureza.
OBJETIVOS GERAIS:
  • Investir na mudança e transformação do pensamento, visando uma qualidade de vida que se relacione com a preservação da natureza;
  • Conhecer e integrar as diferentes formas de caracterizar o meio ambiente;
  • Adotar postura crítica, dentro e fora da escola, que vise interações construtivas com o meio ambiente;
  • Identificar a necessidade real de extrair elementos da natureza da ganância destrutiva, a fim de preservar o meio ambiente;
  • Valorizar a diversidade ambiental;
  • Identificar-se como parte integrante ( e importante) na formação do meio ambiente;
  • Desenvolver valores e atitudes de respeito com a natureza;
  • Despertar a consciência ecológica de preservação e respeito pela natureza, através do reaproveitamento de materiais;
  • Conscientizar a criança da importância das plantas e da natureza, mesmo no ambiente urbano;
  • Identificar a utilidade das plantas e da natureza na saúde, na produção de remédios e na alimentação do ser humano;
  • Conhecer o desenvolvimento das plantas e o que necessita para sobreviver;
  • Apreciar a natureza que nos rodeia.
ALGUNS TEMAS ABORDADOS:
SOLO:
O que é solo?Alguns tipos de solo (areia, barro, argila...)Poluição do solo e conseqüências
LIXO:
O que é lixo?Tipos de lixo ( seco e orgânico) e sua separação;Lixo tóxico e conseqüências; Coleta de lixo e armazenamento( lixo industrial e médico)
ÁGUA:
Onde encontramos?Para que utilizamos?De que formas podemos encontrá-la? (os estados)Conseqüências de sua poluição
RECICLAGEM:
De embalagens de isopor;De caixas de ovos; Sucatas variadas; Embalagens de refrigerante.
PLANTAS:
Como crescem?Suas utilidades?Plantas que utilizamos na alimentação?Plantas medicinaisUtilidades das plantas:
  • Alimentação: árvores que produzem frutas, sementes e legumes. Realizar o mural de sementes e grãos com o nome da árvore e da fruta ou legume ao qual pertencem.
  • Remédios: Coletar folhas, sementes, cascas e raízes (ervas, chás e temperos).
  • Perfumes: Muitas plantas são utilizadas na confecção de perfumes, pesquisar sobre elas.
  • Utilidade: Purificação do ar, sombra, conservação da umidade da terra e produção de oxigênio.
ALGUMAS SUGESTÕES DE ATIVIDADES:
  • Criação de uma patrulha ambiental encarregada de fiscalizar os ambientes e as pessoas que ele ocupam;
  • Conversação, debate, pesquisa e atividades que motivem a descoberta do meio;
  • Confecção de roupas e acessórios utilizando sucatas;
  • Desfile das peças confeccionadas;
  • Leilão das peças confeccionadas com sucata;
  • Máscaras de papel machê;
  • Apresentação de teatro utilizando as máscaras;
  • Separação do lixo seco e orgânico;
  • Música;ExperiênciasHorta ecológica;
  • Construção do Zé cabelo;
# Recolher várias folhas no pátio ou em torno da escola, em sala, comparar as folhas, concluir que as folhas são igual as pessoas, cada uma é diferente, em sua forma, tamanho, cor, textura e utilidade. Existem plantas que podemos usar na alimentação, outras podemos utilizar como medicamento, algumas plantas servem para enfeitar e nos proporcionar a sombra. Depois de conversar sobre as folhas colocá-las em baixo de uma folha de ofício e com o giz de cera deitado pintar esta folha, para surpresa das crianças aparecerá o contorno das folhas. Para turmas mais avançadas pode-se elaborar um álbum com as folhas e o nome das árvores as quais pertencem e sua utilidade (alimentação, medicamentos, decoração, sombra, madeira...);
# Plantio de sementes (arroz, feijão, lentilha) para que as crianças observem seu desenvolvimento (sua partes como raiz, caule, folhas...) e o que necessitam para crescer (água, ar e luz). È importante fazer uma experiência com os pequenos, cada um planta sua sementinha em um potinho com algodão e coloca em uma janela para receber água e luz, a professora faz outros 2 potinhos onde um não receberá água e o outro não receberá luz, assim poderão perceber o que as plantinhas necessitam para crescer. Os mais velhos podem registrar com desenhos as suas observações;
# É importante falar sobre os desmatamentos, queimadas e atos de vandalismo na natureza, como poluição do solo e da água e despertar na criança a consciência de preservação, indo além do não poluir, mas chamando atenção para atitudes erradas de quem ainda precisa de ajuda. Já existem empresas que se preocupam com isto e produzem peças com madeiras “reflorestadas”;
# Alguns plantas são cultivadas e crescem com o uso de agrotóxico, que é semelhante ao remédio que tomamos quando estamos doentes, só que mais forte. Mostre para as crianças a importância de consumir alimentos limpos. Uma boa atividade é a manutenção de uma horta ecológica, com alimentos a serem utilizados nas refeições oferecidas pela escola. Incentivá-los no plantio de árvores frutíferas, plantadas ao redor da escola também auxilia a despertar nos pequenos a consciência ecológica.
# Existem materiais que podem ser reaproveitados, assim, evitamos o desperdício e exploração desnecessária dos recursos naturais, chamamos de reciclagem. Uma ótima atividade é a separação de todo lixo da escola e lixeiras separadas (lixo seco e lixo orgânico), construções significativas com sucatas são excelentes recursos didáticos, veja algumas sugestões:· Utilizando garrafas de 2 litros plásticas podemos fazer porta lápis, porta papel higiênico, floreiras, vai e vém, bilboquê e muitas outras coisas que nossa criatividade permitir;· Utilizando o lacre das latinhas podemos construir roupas, gravatas, pulseiras etc...· Com caixinhas e potes de conservas podemos forrá-los e enfeitá-los usando-os para guardar brinquedos e jogos;· Com potinhos de iogurte podemos confeccionar um jogo da memória,· Com caixinhas de fósforos podemos construir um jogo da velha.· Com tampinhas plásticas podemos construir um jogo de damas.
# A árvore da turma: Construir com papel pardo um tronco de árvore, as “ folhas “ serão pratos de plástico com a marca da mão da criança com guache, seu nome e uma palavra ou frase sobre a natureza, este cartaz deve ficar exposto para os pais.
# Com sucata construir roupas e outros objetos utilitários, com bandeja de isopor (fundo de pizza ou fundo de carnes) construir quadros para os pais enfeitarem a parede. Depois fazer um leilão das obras de arte para arrecadar fundos para a escola.
# Campanha de conscientização no bairro, visitar as casas e conversar com os moradores sobre desperdício de água para lavar calçadas ou carros e sobre a coleta seletiva de lixo ( a ABEPAN fornece panfletos e os horários dos caminhões para a coleta de lixo reciclável). Cada turma fará uma limpeza na escola e em torno da mesma, os menores recolhem lixo do pátio e em volta a escola, os maiores podem fazer a volta na quadra.
# Escrever uma carta para o prefeito solicitando uma lata de lixo grande com a separação dos lixos, para ser colocada na frente da escola e servir toda a comunidade.
# O projeto pode ser encerrado no dia da árvore, juntamente com uma campanha conscientizando os motoristas sobre os perigos do trânsito. Sugiro solicitar mudinhas de árvores frutíferas , para entregar aos motoristas, juntamente com a seguinte frase: “ Cada flor que nasce, cada criança que chega ao mundo, traz a grande notícia: Deus ainda não está cansado dos homens. PRESERVE A NATUREZA”. Colocar a logomarca da escola em cada mensagem.
GINÁSTICA HISTORIADA
Cada criança deve dramatizar a história, na medida em que a educadora vai narrando, alguns podem ser a menina, outros a sementinha, outros a chuva e outros o solzinho, ou as crianças podem ser a sementinha, enquanto a educadora dramatiza os personagens restantes.Era uma vez uma menina que se preocupava muito com as plantinhas, certo dia ela cavou um buraquinho na areia bem fofa, dentro dele colocou uma linda sementinha, ( agora as crianças serão a sementinha). A sementinha era bem pequenina e estava toda encolhidinha, como que se estivesse sentindo muito, muito frio, mas ficou paradinha ali na terra fofinha como se estivesse dormindo. De repente começou a sentir uma sensação muito agradável, a sementinha então, se sentia protegida. Logo pela manhã o sol chegou, seus raiozinhos aos poucos penetraram a terra e aqueceram a sementinha, que acordou com o calorzinho. Quando veio a chuva suas gotinhas fininhas penetraram a areia fofinha e deram um gostoso beijinho na sementinha, feliz, a sementinha começou a erguer seus bracinhos, procurando pelas gotinhas de chuva e pelo calorzinho do sol. Aos poucos a plantinha começa a ganhar folhinhas.A noite chega e a lua prateada joga o orvalho para a plantinha, que logo estica suas folhinhas para recebê-lo e é saudada pelas estrelas. Cada dia que passava, a plantinha crescia mais, mais e mais. Suas raízes ficaram profundas, bem dentro da terra, seu caule estava grande e forte e sustentava muitas folhas, toda vez que ventava ela segurava as folhinhas para lá e para cá... ( Utilizar a música a sementinha, Beto Hermann)
A SEMENTINHA: ( Jogral)
Era uma vez uma sementinha... Tão pequenina e tão simplesinha,Com carinho foi plantada e com amor foi cultivada.De repente o que aconteceu?Uma plantinha de lá nasceu. Uma bela árvore agora vai se tornarJunto conosco ela vai crescer, bons amigos iremos ser!!!
Como fazer o Zé Cabelo, o Sr cabeça de alpiste

Corte uma meia-calça, coloque alpiste bem na ponta do pé da meia, depois encha com areia e cerragem e dê um nó firme.
Cole olhinhos e boca, pode torcer a meia antes de encher e dar o nó, para fazer o nariz.
Dê a ele tudo o que uma plantinha precisa para germinar (água, luz, calorzinho e carinho), pronto, a gurizada vai descobrir a origem da vida da sementinha e vai se deslumbrar cuidando da plantinha.



Créditos:: http://cantinhoencantadodaeducacaoinfantil.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário