Seja bem-vindo(a) !


Bem Vindos - Recados Para Orkut

domingo, 29 de março de 2009

Comidas indígenas

Uma forma muito legal de está trabalhando o tema "Dia do índio" é trazendo os costumes, receitas e brincadeiras para dentro da sala de aula. Leia a seguir sobre um pouco da história da comida indígenas no Brasil:
Os primeiros indígenas que provaram a comida de branco não gostaram. Dois deles, levados à nau capitânia e recebidos pelo próprio Pedro Álvares Cabral com muito prazer e festa, provaram o pão, peixe cozido, confeito, farteis (“massa de doce mais ou menos delicada, envolta numa capa de massa”, segundo a definição do Dicionário de Morais), mel, figos secos. Não comeram quase nada – é o depoimento da nossa primeira testemunha ocular da história, o Caminha. E, se provavam alguma coisa, logo cuspiam. Do vinho, mal provaram e não gostaram. Até a água serviu apenas para um bochecho. Gostaram do arroz e do lacão cozido, frio (fiambre), assim como aprovaram as facas de bom gume e fina ponta que os portugueses usavam como objeto pessoal e inseparável. A gente da terra usava como colher, as conchas de mariscos. Não gostaram – de início, pelo menos – foi do açúcar e dos estranhos temperos que fizeram os portugueses navegar, procurando o caminho marítimo para as Índias: cravo e canela, principalmente. Mas gostaram muito da aguardente de uva, assim como os brancos aprovaram a de milho, com a qual os homens da terra se embebedavam, no que eram acompanhados pelos portugueses.
A primeira agricultura européia no Brasil foi baseada no conhecimento prático dos índios, seguindo-lhe os métodos e apenas introduzindo novas plantas e os animais domésticos. Mas a gente da terra não servia para a cozinha do branco, que foi obrigado a valer-se da escrava africana, negra.
“Mostraram-lhes (aos nativos) uma galinha; quase tiveram medo dela, e não lhe queriam pôr a mão. Depois lhe pegaram, mas como assustados.”
Pero Vaz de Caminha Em carta a El-Rei D. Manuel, Dando notícia da descoberta do Brasil Dos indígenas recebemos, principalmente do índio tupi, dois elementos nativos que passariam a integrar a dieta do brasileiro: a mandioca e o palmito.
  • Farinha de mandioca
Farinha-de-pau, de manic ou manibot - hoje dita mandioca -, era feita ralando-se a raiz que cresce dentro da terra em três ou quatro meses, tornando-se tão grossa quanto a coxa de um homem e longa mais ou menos de 1 pé e meio. Depois de arrancá-la, secavam-na ao fogo ou ralavam-na, ainda fresca, numa prancha de madeira cravejada de pedrinhas pontudas, reduzindo-a a uma farinha alva, empapada, que ia para um recipiente comprido, de palha trançada - tipiti -, para escorrer e secar. O que escorre é um veneno mortal, por culpa do ácido cianídrico, que o sol faz desaparecer em dois ou três dias, deixando a manipueira livre de perigo. O resultado é o tucupi, ingrediente essencial de um dos mais típicos pratos da cozinha brasileira, o pato ao tucupi - embora aqui não houvesse patos, na época da colonização.
  • Tipiti

Alimento pobre, saboroso e facilmente digerível - principalmente quando fresco -, essa farinha não serve para fazer pão, mas é perfeita para a farofa, beijus, pirões, sopas e mingaus. A gente da terra fazia com ela um mingau grosso, ou comia-a pura mesmo, pegando-a com quatro dedos na vasilha e atirando-a de longe a boca, com tal engenho e arte que não perdia um só farelo. E os brancos, tentando imitar - confessa Jean de Lery, francês, e que veio para o Brasil com o Monsenhor de Villa Ganhão (como rezam os documentos) -, sujavam o rosto, as ventas e bochechas e barbas. As mulheres daqui faziam também grandes bolas com a massa de aypi ( a mandioca mansa, sem veneno), que espremiam entre as mãos. O caldo cor de leite era colhido em vasilhas de barro e exposto ao sol.
O calor condensava e coagulava a beberragem, como coalhada. Cozinhando no fogo, é um bom alimento. O aipim não serve para a farinha, mas assado na brasa torna-se brilhante como a castanha assada ao borralho, e o gosto é parecido. Servido com mel silvestre (o mesmo que se fazia com a batata-doce e o cará), resultava em um prato que portuguêses e franceses reconheceram como delicioso. O estadunidense John Casper Branner queria exportar a farofa para o mundo.
  • Beiju ou Biju
Bolo feito de massa de tapioca ou de mandioca muito fina, enrolada em forma cilíndrica. Característico da alimentação indígena, o beiju foi recriado pelo portugueses, que acrescentaram açúcar e condimentos diversos à massa, e pelos negros, que o enriqueceram molhando no leite de coco.
  • Pirão
Prato de origem indígena, muito popular em todo o Brasil, constituído de papa grossa de farinha de mandioca misturada em água ou em caldo. É muito utilizado no acompanhamento de peixes.
Pipoca
Do tupi pi'poka, estalando a pele. O milho, que entre outras coisas permite a pipoca, de quem Debret, o pintor que veio fundar nossa primeira Escola de Belas Artes, disse que era a maior contribuição do brasileiro à cozinha mundial. (Sua receita, copiada dos selvagens: jogar o milho verde com sal no borralho e depois soprar as cinzas).
  • Tapioca
Doce de origem indígena feito com a fécula da mandioca, espécie de beiju recheado com coco ralado. Tanto o recheio quanto o adoçante foram introduzidos pelos portugueses.
Cauim: Para beber, as mulheres cuidavam de mascar a mandioca, esmagando-a com os molares e enrolando-a com a língua no céu da boca. É como mascar tabaco, mastigando bem e com bastante saliva, cuspindo tudo num pote, até que esteja cheio. E eram só as virgens que tinham a honra, porque as outras estragariam tudo. A mesma coisa faziam com acaiá, pacoba, milho, ananás, bata-doce, jenipapo, caju e outras qualidades. O resultado, dito cauim, é uma bebida nutritiva e inebriante, de gosto ácido e muito semelhante ao soro de leite, que os portugueses não podiam suportar pela lembrança do cuspe. Preferiam beber o vinho, esquecidos das uvas pisadas com os pés.
Entre outras coisas, a gente da terra nos ensinou a beber guaraná e mate, deixando-nos ainda toda a herança dos mingaus e pirôes. Sem conhecer o trigo, sem grande variedade de verduras e legumes, mesmo assim a gente era bem alimentada, principalmente porque o milho (avati) e as frutas completavam muito bem a mesa farta de carnes e de frutos do mar. E mesmo de verdes comiam alguma coisa, como o broto da própria mandioca (com o que se faz a maniçoba, um dos bons pratos da cozinha baiana).
  • Fontes:

  1. Sociedade e Cultura – Grande Enciclopédia Larousse Cultural - São Paulo: Nova Cultural, 1995. Folclore Brasileiro / Nilza B. Megale- Petrópolis: Vozes, 1999.
  2. A Cozinha Brasileira - São Paulo: Circulo do Livro S.A. (Edição integral Revista Cláudia - Editora Abril Ltda).

78 comentários:

  1. [red]adoreiii esse site ....♥♥
    mi ajudou muitissimo
    bjos♥

    ResponderExcluir
  2. eu acho que vc deveria colocar a comida indigena
    chamada caium por que estou fazendo um trabalho
    é eu presizo saber como se faz o caium

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu sei como se faz cauim esta anotado no meu caderno voce ainda presisa ??

      Excluir
    2. eu tenho o cauim no meu caderno voce ainda presisa??

      Excluir
  3. verdade gostei muitomi ajudou mto para pesquisas
    obrigaduhh mto msm
    bjsx
    JÚLIE CAROLINA :)

    ResponderExcluir
  4. Obrigada foi o no único site que eu achei esse conteudo ele me ajudo muito nos trabalhos
    Obrigada, Mariana

    ResponderExcluir
  5. valeu! tava pesquisando um trabalho p minha irmã e nao estava achando nenhum site q me ajudasse...
    graças a DEUS achei vooc's!
    muito obrigada mesmo!*-*

    ResponderExcluir
  6. Lorrain

    E achei um maximo esse site. Tudo que eu procuro eu acho nele, e eu estava fazendo um trabalho sobre as comidas Indígenas e achei todas aqui.

    ResponderExcluir
  7. me ajudou muitíssimo, valeu mesmo!!!

    ResponderExcluir
  8. adorei este site!
    me ajudou muitoh obrigada :)

    valeuuh

    ResponderExcluir
  9. adorei muinto este site pois ele me ajudou em um trabalho de historia bjos ♥♥♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu foi de Geografia... kkkkkkk

      Excluir
    2. O meu foi na Artes '-'

      Excluir
    3. O meu foi de Artes

      Excluir
  10. gostei de pesquisar neste sate!!!!!

    ResponderExcluir
  11. valeu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  12. Gostei muito desse site , pois me deu informações que não sabia !
    Me ajudou muito nas pesquisas de historia,pois é este assunto que estou dando!

    ResponderExcluir
  13. Mt obrigada me ajudou mt
    Precisava dessas informações até amanhã
    Mt obrigada mesmo!!!

    ResponderExcluir
  14. "jogar o milho verde com sal no borralho e depois soprar as cinzas" , "maniçoba, um dos bons pratos da cozinha baiana"... De imaginar, deu água na boca :P..

    ResponderExcluir
  15. me ajudou a completa minha pesquisa mas ia ficar melhor com imagens

    ResponderExcluir
  16. oie esse site é muito legal ta me ajudando muito no trabalho bjus thau!!!

    ResponderExcluir
  17. obrigada adorei esse saite de+

    ResponderExcluir
  18. bom d+,me ajudou muito
    adorei!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  19. precisava de mais informações essas foram poucas mas ta legal!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  20. UUUUau,vcs sabem d+...

    ResponderExcluir
  21. esse site e d mais valeu ta tapioca

    ResponderExcluir
  22. Obriga mim ajugo muito
    Valeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeu

    ResponderExcluir
  23. MUIIIIITO GOSTOSAS ESSAS COMIDAS BJS BJS

    ResponderExcluir
  24. é bem importante!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  25. gostei muito e mim ajudou bastante no trabalho de história...

    ResponderExcluir
  26. Respostas
    1. éeeeeeeeeeeeeee mara vilhoso

      Excluir
    2. eu seiiiiiiiiii ! ! !

      Excluir
  27. ele ajuda qual quer um

    ResponderExcluir
  28. anônimo e muito legal esse saite tem tudo hehe gostei muito

    ResponderExcluir
  29. legal achei tudo que eu queria!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!.

    ResponderExcluir
  30. gostei das dicas , mais poderia ter algumas receitas de como fazer alguns pratos.

    ResponderExcluir
  31. analia mendonça. 09 de abrli de 2012. gostei, mas poderia ter algumas receitas.

    ResponderExcluir
  32. eu adorei tudo aqui espero que da proxima vez que eu entrar aqui o site esteja muito mais rapido, mais mesmo assim foi bom pois tive como conhecer um pouco mais da cultura de minha familia..espero que vcz sempre portem mais pratos aqui..

    ResponderExcluir
  33. adorei muito obrigada!

    ResponderExcluir
  34. poderia ter mais sobre o milho :)

    ResponderExcluir
  35. valeu no meu trabalho de ciencias!

    ResponderExcluir
  36. aadorei é realmente muito legal

    ResponderExcluir
  37. Aadorei mt realmente e muito legal beijo obrigado.

    ResponderExcluir
  38. Leo 26 de julho de 2012
    Gostei de tudo,me ajudou
    nos meus trabalhos.

    ResponderExcluir
  39. nathali vitoria vieira da costa16 de agosto de 2012 19:33

    NOSSA COMO ME AJUDOU AGORA QUE EU VOU COMEÇAR A ESTUDAR TUDO ISSO E ME AJUDOU NO TRABALHO

    ResponderExcluir
  40. Adoreei muitoo obrigada eu tava precisando muiiitooo disso eu tirei nota máxima no meu trabalho MUITIISSISISISIMOO OBRIGADAA

    ResponderExcluir
  41. adorei,vai me ajudar muito em um trabalho na escola!!!

    ResponderExcluir
  42. qual desses alimentos vc acha q é mais facil de fazer?
    para apresentar numa feira de ciencias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em minha opinião o biju ou beiju é mais fácil de fazer e o público vai adorar degustar.

      Excluir
  43. nao era o que eu estava procurando mais adorei o site

    ResponderExcluir
  44. esse site me ajudou mesmo
    sou o mesmo do chave
    obrigado
    me add ai gente

    ResponderExcluir
  45. ese saite e dimais muito obrigado ajudou muito no meu trabalho de escola

    ResponderExcluir
  46. EU ADORRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRREEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEIIIIIIIIIIIIIIII MMMMMMMMUUUUIIIIIITOOO EEEEEEESSSSTTTTTEEEE SSSSIIIITTTTTTE

    ResponderExcluir
  47. vc deveria botar mais tipos de comida indígena tipo milho mandioca,batata-doce e inhame.escuto euem

    ResponderExcluir
  48. gostei muito desse site me ajudou no trabalho de geografia.

    ResponderExcluir
  49. Nossssssaaaa eu acho q sou d origem indígena,minha vó faz tapioca pirão,beiju,tem urupema,moringa de barro,sabe muitos chás como faziam muitos produtos q hj em dia são industrializados.Fiquei curioas agoara...Ah além disso é uma índia escrita...eu tb lembro uma...rsrsrs....

    ResponderExcluir
  50. caranbaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  51. Olá. Eu estava precisando fazer um trabalho e em nenhum site eu encontrava o que eu queria. Vocês estão de parabéns!!!

    ResponderExcluir
  52. valeu me ajudou m muitoooooooo

    ResponderExcluir