quinta-feira, 30 de abril de 2015

Atividades: Dia das Mães - parte 1

Oi gente!!!

Dia das mães está chegando...
Se você ainda não planejou nada, já está na hora de preparar as atividades para trabalhar com seus alunos.
E para dar uma mãozinha, pesquisei algumas atividades na web e trouxe aqui para compartilhar com vocês...

Clique nas imagens para vê-las em tamanho real e salvar em seu computador.












quarta-feira, 29 de abril de 2015

Atividades: Dia Mundial do Trabalho - parte 3

Oi gente!!!

Hoje trouxe mais algumas atividades para você trabalhar o tema Dia do Trabalho com seus alunos:


Para ver as imagens em tamanho real é só clicar na imagem escolhida e depois salvar em seu computador.








sexta-feira, 24 de abril de 2015

SUGESTÃO DE PROGRAMAÇÃO PARA O DIA DAS MÃES

A homenagem às mães sempre é um momento especial, por isso devemos prepará-lo com muito carinho, mas sempre lembrando que o foco principal é a maneira como os alunos irão passar uma mensagem (musical, teatro, ou qualquer forma de apresentação) e que o nosso objetivo seja emocioná-las de um jeito que sempre lembrem como é bom ser mãe.
Então, pesquisei algumas sugestões na net e como vocês já sabem vou compartilhá-las com vocês.

Sugestão Café do Dia das Mães

1. LOCAL: Providencie espaço (salão, pátio, etc..) para colocar as mesas e cadeiras suficientes para todas as suas convidadas.

2. CARDÁPIO: Elabore um cardápio e combine quem irá prepará-lo. Um Café Colonial em geral começa com salgadinhos, pães diversos, queijo, presunto, patê e geléias, acompanhados de café, leite ou chá. Sirva também torta e bolos doces.
Obs: As próprias crianças podem preparar alguns quitutes.

3. DECORAÇÃO: Escolha um esquema de cores, e o utilize na escolha dos enfeites, por exemplo:
- suave (cores "pastel", rosas, azuis e verdes claros);
- festivo e quente (dourado, amarelo, laranja);
- apaixonado (vermelho, rosa, violeta);
de acordo com o tema e ambiente que se quer dar à festa.
Obs: Não esqueça de adicionar trabalhos confeccionados pelos alunos.

Com balões (bolas de aniversário) é possível encher bem o salão, e é relativamente barato. Nas bancas (ou em sebos) há diversas revistas que ensinam a fazer enfeites com balões. É possível fazer arcos para colocar na porta e arranjos para pendurar nas paredes ou colocar nas mesas.

Flores: consiga vasinhos de plantas floridas (violetas, calanchoe, etc..), embrulhe com papel celofane colorido e coloque como centro de mesa. Ou faça vasos (latas de refrigerante ou garrafas pet cortadas) também embrulhados em celofane e com arranjos de flores naturais ou de papel.
Obs: Dependendo da faixa - etária, os próprios alunos podem confeccionar os arranjos.

Toalhas para a mesa: se não as tiver prontas, utilize TNT (é um tecido sintético que custa cerca de R$1 o metro e tem 1,40m de largura). É fácil de cortar e não desfia, assim não é preciso fazer bainha. Toalhinhas de plástico ou papel imitando renda podem ser colocadas por cima criando contraste.
Obs: Os alunos também podem ajudar na confecção das toalhas - a participação das crianças é fundamental!

Nas paredes você pode colocar pedaços de cartolina ou papel craft (um para cada mãe, com o nome delas) onde seus filhos e amigos podem escrever dedicatórias e fazer desenhos durante a festa e no final elas podem levar para casa. Ou, coloque fotos das mães com seus filhos, ou com suas mães, quando elas eram crianças. Assim, as pessoas terão uma divertida exposição de fotos antigas, e poderão adivinhar quem é quem.

Coloque nas mesas cardápios com os pratos que serão servidos ou etiquetas nos próprios produtos para facilitar a identificação.

Veja essa corrente de coração feita com cartolina e grampeador para decorar a parede:


Veja o passo a passo neste link:

Veja outras ideias:



4. ATIVIDADES:
Sendo um café festivo, é importante ter tempo para a convivência e a conversa livre, mas você pode fazer uma ou outra das seguintes sugestões:
- apresentações de teatro e / ou música das crianças (filhos e filhas) para as mães.
- homenagem dos maridos, que cantem uma música, ou leiam poemas, ou entreguem flores ou diplomas.
- gincana - mães e filhos competindo juntos.
- brincadeiras típicas de chá de panela ou chá de bebê (veja com aquelas que recentemente passaram por isso quais os jogos tem sido feitos).
- contar histórias curiosas sobre as crianças e suas mães (peça antecipadamente às convidadas que escrevam histórias de suas famílias, selecione algumas e prepare para serem lidas durante a festa.
-você também pode usar estas histórias para preparar um livrinho, intercaladas com desenhos das crianças, poemas, mensagens etc. Faça tudo em preto e branco, tire xerox e dê o acabamento com grampeador ou coloque numa pasta apropriada para cada mãe.
Se a festa for apenas para as mães, sem as famílias, você pode convidar médico, pedagogo ou psicólogo para uma breve palestra sobre tema de interesse das mulheres (de acordo com a faixa etária das suas convidadas), por exemplo: menopausa; desenvolvimento infantil; namoro dos filhos, escolha de escolas, parto, gravidez, etc...
Para garçons convide alguns jovens da comunidade (cujas mães estarão presentes) ou os maridos; combine com eles um "uniforme" (calça preta e camiseta ou coisa assim), providencie aventais (também podem ser feitos de TNT) ou gravatas borboleta para eles para ficar mais engraçado.
No mais, um fundo musical agradável e muita diversão!
Lembre-se de convidar as pessoas com antecedência e procure saber quantos vêm para poder calcular cadeiras e comida.
Os convites também podem ser confeccionados pelos alunos.

OBS: É uma sugestão que deve ser adaptada a realidade de cada instituição escolar - Não é uma receita... Ok?

Sugestões

1.Um "Caderno de receitas"

Foi solicitado que cada mãe que enviassem uma receita de doce e outra de salgado, e os pais pagaram um valor de R$ 15,00.
Fotografamos cada criança com chapéu de cozinheiro e segurando uma colher de pau.
Colocamos a foto da criança na capa do caderno - um caderno capa dura, plastificada a capa da frente, cortamos de um lado o plástico, com estilete e colocamos a foto "dentro" da capa, as receitas foram coladas nas páginas dos cadernos. Cada receita tinha o nome da criança conforme a mãe enviou.
Ex.: Receita enviada por Madalena Pereira, mãe da Daniele do Jardim I
O livro contém todas as receitas enviadas por todas as mães, não separamos por turmas.
As receitas foram digitadas e em cada página colocamos o símbolo da escola.
No fim do livro deixamos algumas páginas em branco para que as mães pudessem fazer algumas anotações.
O livro fez tanto sucesso que as mães pediram mais de um exemplar, para a vovó, a titia.....

2.Uma Caixa do tesouro

Uma caixinha de madeira, bem pequena (costuma ser bem baratinha). Cada criança vai pintá-la, com giz de cera grosso. Dentro dessa caixa, colocar uma foto do filhinho (pedir com antecedência). Agora sim, a parte do adulto: uma carta, dizendo que essa é a "caixinha do tesouro", da coisa mais preciosa que as mães possuem....

3.Valorizando o artista

Tela que não precise de moldura. Tinta escolar. Deixar que a própria criança pinte.

4.Pão com amor

Fomos para a cozinha e fizemos um pão delicioso, todo registrado em fotos. Foi lindo e saboroso. As crianças curtiram enfeitar o pacote com técnicas variadas (cada criança levou um pão).

Se Todas as Coisas Fossem Mãe

Se a lua fosse mãe, seria mãe das estrelas.
O céu seria sua casa, casa das estrelas belas.

Se a sereia fosse mãe, seria mãe dos peixinhos.
O mar seria um jardim e os barcos seus carrinhos.

Se a casa fosse mãe, seria a mãe das janelas.
Conversaria com a lua sobre as crianças estrelas
Falaria de receitas, pastéis de vento, quindins.
Emprestaria a cozinha pra lua fazer pudins !!!!

Se a terra fosse mãe, seria a mãe das sementes.
Pois mãe é tudo que abraça, acha graça e ama a gente.

Se uma fada fosse mãe, seria a mãe da alegria.
Toda mãe é um pouco fada...
Nossa mãe fada seria.

Se a bruxa fosse mãe, seria uma mãe gozada;
Seria a mãe das vassouras, da família vassourada.

Se a chaleira fosse mãe, seria a mãe da água fervida,
Faria chá e remédio para as doenças da vida.

Se a mesa fosse mãe, as filhas, sendo cadeiras,
Sentariam comportadas, teriam boas maneiras.

Cada mãe é diferente. Mãe verdadeira ou postiça,
Mãe vovó ou mãe titia, Maria, Filó, Francisca,
Gertrudes, Malvina, Alice.

Toda Mãe é como eu disse!

Dona Mamãe ralha e beija, erra, acerta,
arruma a mesa, cozinha, escreve, trabalha fora,
Ri, esquece, lembra e chora,

Traz remédio e sobremesa...

... Tem até pai que é "tipo mãe"...

Esse, então, é uma beleza !!!!!

Assim é a minha mãe !!!!!!!!!!!!!!!!!!

Que tal um teatro?

Bolo da Mamãe

Menino - Hoje é dia das mães, precisamos dar um presente as nossas mães.

Menina - Já sei vamos fazer um bolo

Menino - Um bolo, que bom!

Menina - Vou buscar aquela receita da vovó (sai e volta com um caderno)

Menino - (Lendo) farinha de trigo, açúcar, manteiga ovos fermento e baunilha

Menino - Já vou buscar tudo isso no armazém (sai)

No centro do palco uma tigela. As crianças estão dispostas no palco.

Da direita surge um menino e atrás dele os preparos para o bolo representado por crianças.

Avança a farinha, o menino apresenta a ele a receita.

Farinha - Sou branquinha e peneirada prontinha para o bolo da mãezinha.

Açúcar - Sou toda doçura e junto com a farinha entro na mistura do bolo da mamãezinha.

Manteiga - Sou a manteiga saborosa que deixa a massa gostosa.

Ovos - Somos os ovos bem branquinhos que a galinha botou. Deixou a massa fofinha que a mamãe ira gostar.

Baunilha - Sou filha de uma plantinha que vai dar um gosto especial no bolo da mamãezinha,

Fermento - Se vocês me esquecerem o bolo não crescerá. Ficará duro e feioso e a mamãe não ira gostar.

Todos os preparos vão para a tigela, e o menino e a menina pegam colher de pau batem a massa e preparam o bolo.

Colocam a tigela no forno.

No final da festa surge um bolo (real).

A mamãe chega e o menino e a menina gritam bem alto

- Feliz dia das mães!!!!!

Uma Apresentação Musical...

Florzinha da mamãe

Todas as crianças fantasiadas de flores (máscara e enfeites na cabeça com papel crepom colorido) cantam juntas.

Música em ritmo do programa a praça é nossa!

Hoje eu acordei e na folhinha eu fui ver
Notei que da mamãe esse dia então será
Pra minha mamãezinha uma festa vamos dar
Sabemos, todo mundo vai gostar
O mamãezinha
Com alegria
Viemos hoje homenagear
Por isso venha
Me dá um beijinho
Vem comigo contente cantar
Lá, lá, lá, lá, lá, lá (no ritmo da música)

Te amo mamãe!!!!!!!

Um Poema!

Poema para a mamãe!!!

Obrigado mamãe...
Pelo carinho
Pelas "palmadas"...
Pelas "broncas"...
Pelo colo...
Pelos beijinhos nos "dodóis"...
Obrigada por me ensinar a rezar...
Por me mostrar como a vida é um poema lindo!!!
Como fazer amigos é o melhor presente
do mundo!!!
Obrigada pelo seu amor e pela sua paciência
as vezes impaciente...
De quem lhe ama muito...
Seu filho!!!


UM ANJO



Uma criança, pronta para nascer, pergunta para Deus:
- Dizem que estarei sendo enviada à Terra logo. Como eu vou viver lá sendo assim tão pequeno e indefeso?
E Deus disse:
-Entre anjos, eu escolhi um especial para você que estará lhe esperando e tomará conta de você.
- Mas, diga-me: Aqui no céu não faço nada a não ser cantar e sorrir, o que é suficiente para que eu seja feliz. Serei feliz lá na Terra também?
- Seu ano cantará e sorrirá para você a cada dia e a cada instante você sentirá amor do seu anjo e será imensamente feliz.
- Como poderei entender quando falarem comigo, se eu não conheço a língua que as pessoas falam?
- Com muita paciência e carinho seu anjo ensinará a falar.
- Mas serei muito triste porque eu não te verei mais.
- Seu anjo sempre lhe falará sobre mim, lhe ensinará a maneira de vir a mim e eu estarei sempre dentro de você.
- E o que farei quando eu quiser falar?
- Seu anjo juntará suas mãos e lhe ensinará a rezar.
- Eu ouvi que na Terra há homens maus. Quem me protegerá?
- Seu anjo lhe defenderá mesmo que signifique doar sua própria vida.
Neste momento havia muita paz no Céu, mas as vozes na Terra já podiam ser ouvidas. A criança, apressada, pediu suavemente:
- Ó meu Deus, se eu estiver a ponto de ir agora, diga-me, por favor, qual o nome do meu anjo!
E Deus respondeu:
- Amado bebê, você chamará seu anjo de M Ã E.

Dia das mães

 DIA DAS MÃES


No 2º domingo de maio, que neste ano será no dia 10 de maio, comemora-se o dia das mães.
Quer conhecer um pouquinho sobre a criação desta data comemorativa? Leia abaixo e saiba mais:

Prestar homenagens às mães é uma tradição bastante antiga. Na Grécia, havia uma festa em honra a Rhea, Mãe dos Deuses; os judeus faziam uma grande festa no início de março, chamada Matronalia.
Na Idade Média, os ingleses mais pobres moravam na casa de seus patrões e ficavam longe de suas famílias, por isso, foi criado o Mothering Day, que permitia aos empregados voltarem para seus lares para passar esse dia com suas mães.
A data como conhecemos hoje é uma criação moderna. Uma jovem professora norte-americana, Anna M. Jarvis, perdeu sua mãe e entrou em profunda depressão. Preocupadas com tanto sofrimento, algumas amigas de Anna resolveram fazer uma festa para perpetuar a memória da mãe de Anna.
Mas Anna queria que a homenagem fosse estendida a todas as mães, vivas ou mortas, e começou a escrever aos ministros, jornalistas e políticos, buscando estabelecer o Dia das Mães. Sua campanha prosperou e, em 1911, o Dia das Mães foi celebrado em quase todos os estados norte-americanos.
Em 1914, o presidente Wilson decretou oficialmente o Dia das Mães como um feriado nacional, fixado no segundo domingo de maio de cada ano.
No Brasil, o primeiro Dia das Mães foi promovido pela Associação Cristã de Moços de Porto Alegre, no dia 12 de maio de 1918. Em 1932, o então presidente Getúlio Vargas oficializou o feriado.



quinta-feira, 23 de abril de 2015

Dia Mundial do Trabalho


DIA MUNDIAL DO TRABALHO



No dia 1º de maio, comemora-se o Dia Mundial do Trabalho. Saiba um pouquinho mais sobre esta data:

O Dia Mundial do Trabalho foi criado em 1889 por um Congresso Socialista realizado em Paris. A data foi escolhida em homenagem à memória dos mártires de Chicago e ao que esse dia significou na luta dos trabalhadores por seus direitos.
Numa greve geral, acontecida em 1º de maio de 1886, em Chicago, o principal centro industrial dos Estados Unidos naquela época, milhares de trabalhadores foram às ruas para protestar contra as condições de trabalho com passeatas e discursos, reivindicando melhores condições de trabalho. A polícia reagiu violentamente e vários trabalhadores foram presos, feridos e mortos.
No Brasil, o 1º de maio também foi a data escolhida, pelo governo de Getúlio Vargas, para criar o salário mínimo (1940), medida que beneficiou diretamente mais de 1 milhão de trabalhadores, e a Justiça do Trabalho (1941), órgão responsável pela conciliação e julgamento dos dissídios individuais e coletivos, controvérsias oriundas de relações do trabalho e dos direitos trabalhistas. Com sede em Brasília, a Justiça do Trabalho é composta pelo Tribunal Superior do Trabalho, por tribunais regionais e por juntas de conciliação e julgamento.
No Brasil, a Constituição Federal e o Estatuto da Criança e do Adolescente proíbem o trabalho infantil. Infelizmente, existem milhares de crianças de 5 a 14 anos de idade trabalhando em lavouras, carvoarias, olarias, pedreiras, mercado informal e atividades domésticas, sem nenhum tipo de remuneração e, o que é muito pior, sem direito de freqüentar a escola.
O trabalhador é peça-chave na sociedade. Por isso, todo e qualquer tipo de trabalho honesto deve receber admiração e respeito.

Sugestão de leitura:
 A galinha ruiva
Um conto popular inglês, Companhia Editora Nacional.
Uma galinha muito esperta mostra como é feio ser preguiçoso.