segunda-feira, 20 de maio de 2019

Tabuada colorida












PS.: essa tabuada recebi num grupo de whatsapp, desconheço a autoria, caso alguém reconheça o material deixar um recadinho nos comentários para que eu possa dar os devidos créditos.

O objetivo do nosso blog é compartilhar materiais interessantes com educadores.

domingo, 19 de maio de 2019

Quadro da tabuada



PS.: essa tabuada recebi num grupo de whatsapp, desconheço a autoria, caso alguém reconheça o material deixar um recadinho nos comentários para que eu possa dar os devidos créditos.

O objetivo do nosso blog é compartilhar materiais interessantes com educadores.

sábado, 20 de abril de 2019

sexta-feira, 19 de abril de 2019

Sistema locomotor

Podemos nos mover e nos locomover graças ao sistema locomotor!
Os movimentos que fazemos com nosso corpo acontecem em virtude do sistema locomotor, formado pelo esqueleto e pelos músculos. Os ossos, cartilagens e articulações são os componentes do esqueleto.

Os ossos sustentam nosso corpo: sem eles seríamos um amontoado de músculos incapaz de ficar em pé. Os ossos também são importantes porque protegem nossos órgãos. As costelas, por exemplo, abrigam dentro de nosso esqueleto o coração, o pulmão e muitos outros órgãos.






Os ossos, também, guardam dentro deles uma substância muito importante para nosso organismo: o cálcio. Além disso, dentro deles, é encontrada a medula óssea, responsável pela formação de células do sangue.

Se você apalpar seu corpo poderá sentir os ossos da cabeça, pescoço, ombros, braços, mãos, tronco, costas, quadril, pernas, pés, enfim! São tantos, que somam 206 em uma pessoa adulta. Quando os bebês nascem, eles apresentam um número de ossos um pouco maior. Aos poucos, alguns deles se unem, diminuindo esse número.

Além dos ossos, temos as cartilagens, que são partes um pouco mais moles, mas muito resistentes. Podemos encontrar cartilagens nas orelhas, no nariz, na coluna vertebral, nas pontas de alguns ossos, dentre outros locais.





quarta-feira, 13 de março de 2019

Os continentes


Os continentes são as divisões do espaço terrestre elaboradas pelo homem para melhor compreendê-lo. Trata-se de grandes massas de terras que são separadas pelos oceanos. Assim, de acordo com a divisão atual, existem seis principais continentes: América, Europa, África, Ásia, Oceania e a Antártida.


A seguir, veremos as características de cada um dos continentes, organizados do maior para o menor (clique nos nomes de cada continente para saber mais detalhes):

1º Ásia – Além de ser o maior dos continentes, é também o que possui a maior população do planeta. Sua área total é de quase 45 milhões de km² e a população atual está estimada em 4,5 bilhões de pessoas. É na Ásia que encontramos o ponto mais alto do mundo, o Monte Everest, com 8.848m de altura.

Entre os 53 países que fazem parte da Ásia, podemos citar: China, Índia e a maior parte de Rússia. Nela também se encontra uma região que apresenta as relações políticas mais conflituosas do mundo: o Oriente Médio.

2º América – O segundo maior continente do mundo, com uma área total de 42 milhões de km², é geralmente dividida em três partes: América do Norte, América do Sul e América Central. Outra forma divisão separa o continente entre América Anglo-Saxônica e América Latina. A população total desse continente está estimada em aproximadamente 1 bilhão de habitantes.
Dentre os 35 países que compõem a América, podemos citar: Estados Unidos, México e Canadá, na América do Norte; Haiti, Cuba e Jamaica, na América Central; Brasil, Argentina e Paraguai, na América do Sul.

3º África – O continente africano é um dos que possuem a maior quantidade de etnias em todo o planeta. Antes da colonização realizada pelos europeus, existiam mais de duas mil civilizações diferentes! Sua extensão territorial é de mais de 30 milhões de km² e a população está estimada em 1,2 bilhões de habitantes.

É o continente que possui o maior número de países: 54, ao total. Dentre eles, podemos destacar o Egito, a Tunísia, a Nigéria e a África do Sul.

4º Antártida (Antártica): também chamada de “Polo Sul”, é o quarto maior continente do mundo, com aproximadamente 14 milhões de km². Sua área é dividida entre vários países do mundo, que realizam pesquisas e estudos científicos.

Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, esse continente não é formado apenas por gelo, mas também por uma grande quantidade de terra (ao contrário do Polo Norte, que é formado somente por calotas polares). Existe vida na Antártida, que abriga os famosos Pinguins, entre outras tantas espécies que conseguem resistir ao frio extremo!

5º Europa: apesar de ser um dos menores continentes do mundo, a Europa é o mais importante politicamente. Foi a partir dela que se constituiu e se expandiu o sistema capitalista e seus valores econômicos, sociais, políticos e culturais. As ciências também são, em sua maior parte, oriundas desse continente, pois foi nele que os gregos criaram a Filosofia.

Sua extensão territorial é de mais de 10 milhões de km² e a população é de aproximadamente 800 milhões de habitantes.

Entre os 49 países que compõem a Europa, podemos citar: Inglaterra, Alemanha, França, Portugal, Espanha e muitos outros.

6º Oceania: é chamada pelos europeus de “novíssimo mundo”, pois foi o último local da Terra a ser colonizado por eles. Possui 14 países distribuídos por mais de 8 milhões de km². A maioria deles é formada por arquipélagos (conjunto de ilhas). A população total desse continente é de aproximadamente 40 milhões de pessoas.

Dentre os países que fazem parte da Oceania, podemos destacar a Austrália, a Nova Zelândia e o Taiti.

Curiosidades sobre os continentes:

- Existe uma única cidade no mundo que se encontra em dois continentes, é a cidade de Istambul, localizada na Turquia. Ela se localiza nos continentes europeu e asiático

- Em um passado remoto, antes de existirem os homens, os continentes eram apenas um: o Pangeia, que, graças aos movimentos das Placas Tectônicas, dividiu-se e originou as atuais porções continentais.

- Alguns pesquisadores não consideram a Antártida como um continente, mas sim como uma área continental.

- O Polo Norte não é continente, pois nele não há nenhuma faixa de terra, apenas gelo.

- O nome “América” foi criado em homenagem a Américo Vespúcio, pois esse foi o primeiro navegador a descobrir que esse continente não fazia parte da Ásia, como imaginavam os Europeus.



Fonte: https://escolakids.uol.com.br (com adaptações para fins pedagógicos)

Mapa-múndi para pintar:

terça-feira, 5 de março de 2019

História do Calendário

Você já deve ter se perguntado sobre a origem do calendário que utilizamos. Qual seria realmente sua origem? Como ele era calculado? Abaixo segue uma pequena história do calendário gregoriano, que é utilizado hoje em dia na maior parte do mundo.


História do Calendário

 Alguns pesquisadores afirmam que o primeiro calendário surgiu na Mesopotâmia, pelo ano de 2700 a.C., e foi criado provavelmente pelos sumérios e depois aprimorado pelos caldeus. Esse calendário tinha 12 meses lunares, de 29 ou 30 dias. Cada mês começava na lua nova e o ano acabava tendo 345 dias, o que fazia com que ele ficasse ultrapassado em relação ao calendário solar. Para resolver este problema, os caldeus passaram a acrescentar um mês a cada três anos. O calendário solar já possuía 365 dias e era bem mais preciso.
Instrumento para marcar a passagem do tempo

Atualmente usamos o calendário gregoriano, este não sofre influência dos astros. Ele foi instituído no ano de 1582, pelo papa Gregório XIII, que reformou o calendário juliano. Alguns países não aceitaram esse calendário, e é por isso que atualmente temos mais de um calendário no mundo.

Fonte:https://www.estudokids.com.br


                                                                   Atividades

1- Há mais de 4 mil anos, os antigos egípcios já tinham criado um calendário com ano, meses, semanas e dias. Mas o calendário que usamos hoje, conta os anos somente a partir do nascimento de Jesus Cristo.

a) Para que serve um calendário? Explique.
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________
b) Como ele é organizado?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________
c) Em que momentos você utiliza o calendário? Explique com detalhes.
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________

2- O calendário é um instrumento utilizado para medir o tempo e que é utilizado com frequência em nosso dia a dia. Nós humanos, temos uma considerável necessidade de marcar o tempo, para assim, organizarmos atividades diárias, bem como demarcar datas comemorativas. Ainda, falando sobre o calendário, responda:

a) Quantos meses tem o calendário que usamos hoje?
(  ) 10         (  ) 11          (  ) 12         (   ) 13

b) Que mês pode ter 29 dias?
(    ) fevereiro     
(    )março     
(    ) janeiro   
(    ) abril

c) Um ano, geralmente, possui quantos dias?
(     ) 545    (    )195    (    ) 365  (    ) 120

d) Uma semana tem quantos dias?
(  ) 5       (  ) 6         (  ) 7         (    ) 8

e) Estamos no mês de março. Quantos dias tem o mês de março?
(  ) 28    (  ) 29    (  ) 30   (  ) 31




segunda-feira, 4 de março de 2019

História do carnaval

O carnaval é considerado uma das festas populares mais animadas e representativas do mundo. Tem sua origem no entrudo português, onde, no passado, as pessoas jogavam uma nas outras, água, ovos e farinha. O entrudo acontecia num período anterior a quaresma e, portanto, tinha um significado ligado à liberdade. Este sentido permanece até os dias de hoje no Carnaval.

  O entrudo chegou ao Brasil por volta do século XVII e foi influenciado pelas festas carnavalescas que aconteciam na Europa. Em países como Itália e França, o carnaval ocorria em formas de desfiles urbanos, onde os carnavalescos usavam máscaras e fantasias. Personagens como a colombina, o pierrô e o Rei Momo também foram incorporados ao carnaval brasileiro, embora sejam de origem européia.

No Brasil, no final do século XIX, começam a aparecer os primeiros blocos carnavalescos, cordões e os famosos "corsos". Estes últimos, tornaram-se mais populares no começo dos séculos XX. As pessoas se fantasiavam, decoravam seus carros e, em grupos, desfilavam pelas ruas das cidades. Está ai a origem dos carros alegóricos, típicos das escolas de samba atuais.

No século XX, o carnaval foi crescendo e tornando-se cada vez mais uma festa popular. Esse crescimento ocorreu com a ajuda das marchinhas carnavalescas. As músicas deixavam o carnaval cada vez mais animado.

A primeira escola de samba surgiu no Rio de Janeiro e chamava-se Deixa Falar. Foi criada pelo sambista carioca chamado Ismael Silva. Anos mais tarde a Deixa Falar transformou-se na escola de samba Estácio de Sá. A partir dai o carnaval de rua começa a ganhar um novo formato. Começam a surgir novas escolas de samba no Rio de Janeiro e em São Paulo. Organizadas em Ligas de Escolas de Samba, começam os primeiros campeonatos para verificar qual escola de samba era mais bonita e animada.

O carnaval de rua manteve suas tradições originais na região Nordeste do Brasil. Em cidades como Recife e Olinda, as pessoas saem as ruas durante o carnaval no ritmo do frevo e do maracatu. 

Os desfiles de bonecos gigantes, em Recife, são uma das principais atrações desta cidade durante o carnaval.Na cidade de Salvador, existem os trios elétricos, embalados por músicas dançantes de cantores e grupos típicos da região. Na cidade destacam-se também os blocos negros como o Olodum e o Ileyaê, além dos blocos de rua e do Afoxé Filhos de Gandhi.


Máscaras de Carnaval