Seja bem-vindo(a) !


Bem Vindos - Recados Para Orkut

sábado, 6 de abril de 2013

Lendas indígenas

Uma maneira muito interesante de está trabalhando com os alunos datas comemorativas, como o dia do índio é através da leitura de textos, pois a partir da leitura fica muito mais fácil explorar com os alunos vários assuntos, como por exemplo pesquisar as influências indígenas em nossa cultura, na linguagem, na comida e costumes.
  • Veja e leia abaixo algumas lendas indígenas:
  • A Vitória-Régia

Numa das mais lindas plantas aquáticas do mundo, a Vitória Régia (Euryle Amazônica) tem a folha de formato circular e mede até 1,80m de diâmetro. Parecida a uma bandeja, é bastante resistente e pode agüentar um peso de até 45 quilos. De cor verde na parte virada para cima e interna, e purpúrea na sua borda externa e parte inferior, a Vitória Régia vive em lagos, lagoas e rios de águas tranqüilas. Sua flor de cor branca com o centro rosado, alcança até 30 cms.
A Vitória Régia, com toda a sua beleza e exuberância chama a atenção de quantos a vêem, que ficam verdadeiramente extasiados. E tal aconteceu com o botânico inglês Lindlev que, ao contemplá-la, resolveu homenagear a rainha Vitória, da Inglaterra, e deu à planta o nome da soberana inglesa.
Mas, conforme relata Anísio Melo, nossos índios também não ficaram indiferentes à sua beleza e contam uma linda história para justificar-lhe a origem.
As lagoas e os lagos amazônicos são os espelhos naturais da vaidosa Iaci, a lua. As cunhãs (índias) e as caboclas ao vê-la refletida sentiam toda a inspiração para o amor. Ficavam então no alto das colinas esperando pelo aparecimento da lua, e que com o contato de sua luz lhes chegasse o amor redentor e elas pudessem subir ao céu transformadas em estrelas.
Um belo dia... uma linda cabocla, tomada pelo amor, resolveu que era chegado o momento de transformar-se em estrela. E com este intuito subiu à mais alta colina, esperando poder tocar a lua Iaci e assim concretizar o seu desejo. Mas... ao chegar ao cimo da colina viu a lua Iaci refletida na grande lagoa e pensou que estava a banhar-se... Na ânsia de tocar Iaci para realizar o seu sonho de amor, a bela cabocla lançou-se às águas da lagoa... E ao que pensou tocá-la, afundou, sumindo nas águas...
E a lua Iaci, condoída com o infortúnio de tão bela jovem e não podendo satisfazer seu desejo de levá-la para o céu em forma de estrela, transformou-a na bela estrela das águas, a linda planta aquática que é a Vitória Régia... cuja beleza e perfume são inconfundíveis. Dizem que o local onde o fato aconteceu é o lago Espelho da Lua, situado no município de Faro, na região do Baixo Amazonas Paraense...



  • A Mandioca


Mani era o nome da indiazinha de pele branca como o luar que nasceu para um casal de índios tupis. Era muito mimosa e boazinha, mas nada comia e foi definhando até que morreu, silenciosamente, em sua pequenina rede. Seus pais, compungidos, fizeram seu pequeno túmulo no interior, mesmo, da oca onde moravam. Regada a terra com as lágrimas dos pais desolados e com água pura de uma fonte próxima, eis que uma nova planta germina, rachando a terra com suas grossas raízes. Examinando-as, os índios logo perceberam que, por baixo de uma delgada casca, essas raízes eram brancas como a pele da meninazinha desaparecida e forneciam alimento farto e saudável que tornava os curumins que as comiam mais fortes e belos que os das outras tribos!
  • O Guaraná

Um lindo e bondoso menino da tribo dos Maués é atacado, na mata, por Jurupari, espírito do mal, que, assumido a forma de uma serpente peçonhenta, envenena-o , causando sua morte. Tupã, o deus supremo, vinga-se do mau espírito regando abundantemente com suas chuvas o túmulo do indiozinho, de onde germina uma planta benéfica cujos frutos se assemelham aos grandes olhos da criança desaparecida: o guaraná que, desde então, traz saúde e felicidade à tribo.
  • O Rio Amazonas

Tupã, o maior dos deuses, desejava criar o mundo e os homens... mas era impedido pelo Sol, que amava a Lua com amor tão ardente que queimava tudo à sua volta. Tupã não teve pois outro remédio senão separa-los. A Lua, infeliz, chorou copiosamente. Suas lágrimas, tão doces e abundantes que eram, formaram imensa torrente sobre a Terra, separada das águas do mar, assim nascendo o Amazonas.
Muitas outras lendas como estas relatam a origem da noite, das estrelas, da sucuri ou cobra-grande e outros tantos mistérios da natureza que despertavam a imaginação dos índios. A simples observação dessas curiosas narrativas pode ser suficiente para nos dar conta da atitude do indígena perante a natureza, profundamente diferente daquela que Sioli, muito justificadamente aponta como característica deplorável de nossa cultura européia, basicamente helenística, introduzida na América pelos conquistadores. O índio – tal como a maior parte das culturas orientais tradicionais, como a chinesa – considera-se parte integrante da natureza e não seu proprietário. Se ele mata animais para seu sustento, procede parcimoniosamente, não destruindo mais do que pode comer e, sempre, preservando sua reprodução; se derruba a mata para o plantio de suas roças fá-lo, sempre, em áreas restritas, sem remover os tocos remanescentes do desmatamento, de modo que estes, ainda vivos, rebrotem e cresçam novamente quando, três ou quatro anos depois, essa roça é abandonada à procura de novos locais para implantação da aldeia. Nada é definitivo, nenhuma ação modificadora do meio é irreversível. A terra é considerada sagrada pelo índio não apenas por receber seus mortos, mas principalmente por conservar sua vida.
Créditos:
Essas e muitas outras lendas estão disponíves no site:

44 comentários:

  1. UTILIZEI AS LENDAS PARA FAZER UM EXERCÍCIO DE CASA DA MINHA FILHA QUE FAZ O SEGUNDO ANO DA ALFABETIZAÇÃO.
    RUI RICARDO RAMOS.
    BLOG-JORNAL O CAMPINEIRO.
    http://rrsomar-blogdorui.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Obrigada. Foi muito útil para a pesquisa escolar da minha filha.
    Abraço!
    Mel

    ResponderExcluir
  3. foi muito util para mim fazer minha liçao de casa

    ResponderExcluir
  4. Após ficar por um tempo em ilhabela ouvi muito falar sobre uma lenda e gostaria de adicioná-la aqui.
    Lenda da Sinhá
    Há mais de 200 anos, em uma fazenda de café na região de Barra Velha, em Ilhabela, São Paulo a sinhá da fazenda foi assassinada por um escravo após tomar banho na cachoeira. O escravo a viu se banhando e abusou dela. Com medo pegou um pedaço de pau e bateu na cabeça dela e empurrou o corpo para a água e fugiu mata adentro. Eles nunca mais foram vistos e hoje, dizem que dá pra ouvir os gritos da Sinhá e do o escravo próxima a cachoeira.

    ResponderExcluir
  5. OBRIGADA AJUDOU MT NA MINHA LIÇÃO DE CASA SOBRE O FOLCLORE VALEU TENHO ANOS

    ResponderExcluir
  6. Brigado é isso que precisava pra lição de casa

    ResponderExcluir
  7. legal, vlw aprendi muitas lendas
    e consegui fazer meu trablaho de inglê
    vlw, continue postando lendas qualquer dia
    eu posso precisar
    hehehe!

    ResponderExcluir
  8. Muito bom, consegui fazer um trabalho de história (estou no 7ºano) Vlw mesmo!

    ResponderExcluir
  9. adorei me ajudou notrabalho d históriaVLW

    ResponderExcluir
  10. gostei muito
    e consegui fazer meu trabalho de portugues
    valeu

    ResponderExcluir
  11. vai me ajudar no trabalho de todas as materias obrigado

    ResponderExcluir
  12. valeu!!me ajudou a fazer meu trabalho de historia

    ResponderExcluir
  13. obrigado foi bem util para o meu trabalo de escola tirei 1o

    ResponderExcluir
  14. eu usei pra faser um trabalho sbre indio e consegui obrigadooooooooo!!!

    ResponderExcluir
  15. Adorei,com essas lendas fiz meu plano de aula.

    ResponderExcluir
  16. eu sou gaby e nao agredito em lenda isso existe

    ResponderExcluir
  17. essas lendas sao muito legais eu ganhei ponto no trabalho com a lenda do guarana isso sim e para minha alegri a para nossa alegria isa bela

    ResponderExcluir
  18. essaa lendas sao d+ eu ganhei nota 10 com a lenda do guarana bj isabela

    ResponderExcluir
  19. que masimo fai me ajudar a fazer o trabalho de portugues

    ResponderExcluir
  20. esas lendas são muito boas canhei nota 10 em portuques

    ResponderExcluir
  21. esas lendas são d+ minha profesora de portuques piro quando eu intregui o trabalho da lenda do guarana e ganhei um 10 se vc quer um 10 no sem prosemo trabalho esa é a pagina serta

    ResponderExcluir
  22. a eu queria mais lendas

    ResponderExcluir
  23. eu vou tirar 10 em redaçâo

    ResponderExcluir
  24. nooss me ajudou muito no meu dever de casa de portugues da 7ºserie

    ResponderExcluir
  25. gostei ajudo muito!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  27. O Anônimo fala mais vc tava tão legal fala eu sou seu fã!!!!!!!!!!!! vc estuda aonde onnde vc mora eu quero saber tudo eu tenho 11 anos : ) quero ser seu amigo eu sou o Levi :) eu sou seu fã!!!!

    ResponderExcluir
  28. gostei da lenda da vitoria regia acho que vou fazer para meu trabalho com meus amigo

    ResponderExcluir
  29. Gostei muito! Me ajudou no trabalho de história.....

    ResponderExcluir
  30. muito legal essas lendas,mas sou fã mais das lendas urbanas aquelas sim são de arrepiar
    uma dica de lenda urbana é:MARIA SANGRENTA

    ResponderExcluir
  31. ADOREI ESSAS LENDAS

    ResponderExcluir
  32. site fodastico pessoau gostei muito valew

    ResponderExcluir