terça-feira, 9 de julho de 2013

Desenvolvimento psicomotor de crianças de 0 a 5 anos

Desenvolvimento psicomotor
Crianças de 0 a 5 anos
("Portage Guide to Early Education")

Idade 0 a 1 ano
_ Movimenta a cabeça e é capaz de levantá-la ligeiramente quando deitado de costas ou de bruços.
_ Estende os braços para os lados, sem direção.
_ Dá pontapés com forças quando deitada em decúbito dorsal.
_ É capaz de projetar tanto os braços como as pernas para frente, de forma que, quando de bruços parece tentar arrastar-se.
_ Mexe a cabeça quando deitada em decúbito ventral, para cima, de um lado para o outro.
_ Mantém a cabeça levantada quando em decúbito ventral, durante alguns segundos.
_ Controla a cabeça e ombros quando sentada, apoiada em almofada ou travesseiro.
_ Tenta pegar objetos acerca de 20 cm à sua frente.
_ Agarra objetos mantidos 10 cm à sua frente.
_ Retém objetos, usando preensão palmar durante alguns segundo, soltando involuntariamente.
_ Tenta alcançar e agarrar com preensão objeto à sua frente.
_ Tenta alcançar objeto predileto.
_ Coloca objetos na boca.
_ Mantém a cabeça ereta e firme quando carregada em pé.

_ Deitada de bruços, sustenta cabeça e peito, apoiada nos antebraços.
_ Vira de bruços para o lado.
_ Rola de bruços para de costas.
_ Estando de bruços tanta se movimentar para frente.
_ Rola de costas para o lado.
_ Vira de costas para de bruços.

_ Puxa para sentar-se quando agarrada nos dedos do adulto.
_ Vira a cabeça livremente quando o corpo está apoiado.
_ Mantém posição sentada durante alguns minutos.

_ Larga um objeto deliberadamente para pegar outro.
_ Pega e deixa cair objeto deliberadamente.
_ Fica de pé com máximo apoio (quando mantida pela cintura).
_ Pula para cima e para baixo quando em posição de pé, enquanto apoiada.
_ Arrasta para frente para pegar objeto.
_ Mantém-se sentada com apoio das mãos para frente.
_ De posição sentada, passa para posição de mãos e joelhos.
_ Passa de bruços para posição sentada.
_ Senta-se sem apoio de mão.

_ Atira objetos para todos os lados.
_ Balança para trás e para frente apoiada sobre mãos e joelhos.
_ Transfere objetos de uma para outra mão em posição sentada.
_ Retém 2 cubos de 3 cm em uma das mãos.
_ Coloca-se em posição de joelhos.
_ Coloca-se em posição de pé.
_ Usa preensão radial para pegar objetos.
_ Engatinha.

 Tenta alcançar coisas com uma das mãos.
_ Fica de pé com o mínimo de apoio.
_ Vira vasilha despejando objetos.
_ Faz movimento de enfiar ou tirar com colher ou pá.
_ Coloca objetos grandes em um recipiente.
_ Abaixa-se para sentar.
_ Bate palmas.
_ Caminha com mínimo de auxílio.
_ Dá alguns passos sem apoio.



Idade 1 a 2 anos
_ Engatinha escada acima.
_ Passa da posição sentada para em pé.
_ Rola uma bola em imitação.
_ Sobe em cadeira de adulto, vira-se e senta-se.
_ Coloca aros num pino.
_ Tira e coloca pinos grandes de uma prancha.
_ Constrói torre de 3 cubos.
_ Faz rabisco com lápis de cera ou lápis.
_ Vira páginas de um livro, várias de uma vez.
_ Caminha independentemente.
_ Engatinha escadas abaixo com os pés em primeiro lugar.
_ Senta-se em cadeira pequena.
_ Curva-se na altura da cintura para apanhar objetos sem cair.
_ Empurra e puxa brinquedos enquanto anda.
_ Usa cavalo de balanço.
_ Sobe escada com ajuda.
_ Fica de cócoras e volta a ficar em pé.
_ Segura o lápis em preensão radial.
_ Imita movimento circular.


Idade 2 a 3 anos
_ Vira trincos e maçanetas de portas.
_ Salta sobre 2 pés.
_ Salta o último degrau da escada com um pé na frente do outro.
_ Caminha para trás.
_ Desce escadas com ajuda.
_ Atira bola para o adulto a 1 metro e meio sem o adulto mover os pés.
_ Constrói torre de 5 - 6 cubos.
_ Vira páginas, uma de cada vez.
_ Desembrulha objeto pequeno.
_ Dobra papel, imitando.
_ Separa e junta brinquedos que se completam de formas simples.
_ Desparafusa brinquedos de encaixe.
_ Dá pontapés em bolas grandes.
_ Faz bolas de argila.
_ Dá cambalhotas para frente, com ajuda.



Idade 3 a 4 anos
_ Martela pinos.
_ Junta quebra-cabeça de 3 peças ou prancha de formas.
_ Corta com tesoura.
_ Pula de uma altura de 24 cm com os 2 pés unidos.
_ Dá pontapé em bola grande quando rolam para ela.
_ Anda na ponta dos pés.
_ Corre 10 passos com movimentos de braços coordenados.
_ Pedala triciclo.
_ Balança no balanço quando este é posto em movimento.
_ Trepa e escorrega para baixo em escorregador de 4 - 6 pés.
_ Dá cambalhota para frente.
_ Sobe escada alternando os pés.
_ Marcha.
_ Agarra bola com as duas mãos.
_ Usa molde.
_ Recorta 1/4 de uma linha de 20 cm.
_ Segura lápis entre o polegar e o indicador, descansando no 3º dedo.






Características de crianças aos 4 anos de idade

   Imaginação viva e em fluir contínuo
   É a idade do "como" e do "por que". Pergunta tudo e interessa-se por tudo.
   Capta todas as coisas através da observação, mas esta não é educada nem concentrada, antes pelo contrário, é ativa e transbordante.
   Como não interioriza as regras de socialização da conduta, não as aceita.
   Egocêntrica. Tenta que gire tudo à sua volta; para consegui-lo, chama continuamente a atenção dos outros sobre si própria
   É lenta em aprender a aceitar as críticas.
   Não delibera antes de agir nem organiza as suas conversas; atua e fala sem pensar
   É pródiga e superficial na sua atividade mental e na conversação.
   faz perguntas sem sentido.
   Trata-se de um período de inquietação constante que pode parecer uma regressão.
   Tem medo da escuridão e dos ruídos.
   Não é sensível às coisas inacabadas, por isso não se importa de deixar qualquer atividade por outra mais interessante.
   Tem o conceito de um, dois e muitos
   Capta uma frase inteira, mas é incapaz de analisar as suas palavras.
   A sua grande energia e a própria iniciativa devem ser empregadas em jogos livres.
   Possui afã por destruir a obra que empreendeu
   Está capacitada para atividades que impliquem ritmo, movimento, etc.
   Desenha e pinta.
   Começam os jogos sossegados em cima de uma mesa.
   As suas criações nascem sem imitação nem predisposição, dá-lhes um sentido final.
   Executa trabalhos depois de observar modelos concretos.
   A sua energia e atividade deve ser dirigida para jogos livres
   É necessário colocar-se ao seu nível, com uma motivação adequada, para que realize as ordens que se lhe dão.
   Dar-lhe motivações interessantes para que realize coisas.
   Ajudá-la a observar as coisas que a rodeiam.
   Paciência e bom humor.
   Habilidade para orientá-la e se meter no seu mundo para conhecê-lo e aceitar.
   As palavras são importantes, mas o seu valor é inferior ao exemplo.



A criança aos 5 anos
   Gosta da rotina porque faz sempre o mesmo.
   É mais deliberativa que a criança de 4 anos. Pensa antes de falar.
   É séria a respeito de si mesma e impressiona-a muito a capacidade de assumir responsabilidades.
   Gosta de imitar os outros.
   Encontra-se feliz no seu mundo, porque se sente cômoda consigo mesma e com o ambiente: encontrou o equilíbrio.
   Grande observadora e imitadora do que observa.
   Agrada-lhe fazer as coisas à sua maneira, mas também quer agradar ao adulto e fazer as coisas bem.
   No que respeita à verdade, as histórias fantásticas e os exageros continuam.
   Começa a distinguir o real do imaginário e às vezes sabe que está enganada.
   Sonhos e pesadelos invadem muitas vezes o seu sono. Às vezes começa a falar enquanto está a dormir, nomeando algum membro da família.
   Possui bom humor que se intensifica facilmente perante algo aliciante.
   Começa a interiorizar o sentido da obediência, mas nela nem tudo é doçura e obediência.
   Interesse por experiências imediatas. Realista. Empreende aquilo que está dentro das suas possibilidades.
   Moderada, séria, dotada de capacidade de imitação da conduta dos adultos o que a ajudara no seu processo de socialização.
   Tem medo da escuridão e dos ruídos.
   Maior estabilidade nas aulas. Princípio do ensino formal.
   Usa a imaginação para pintar, criar, etc.
   Quando se lhe dão os meios necessários, sabe trabalhar individualmente.
   Não é comunicativa acerca da sua vida escolar.
   É capaz de participar em atividades dirigidas: podem-se-lhe explicar atividades simples para que realize.
   Maior concentração no seu trabalho.
   Começa a cooperação entre as crianças.
   Gosta de explicar o seu próprio trabalho para receber a aprovação dos adultos que estima.

Atividades das pessoas implicadas na sua educação:
   Ajudar a que demonstre a sua eficácia através de ordens simples e de pequenas ajudas.

32. Estimular, fomentar e orientar o seu bom humor.

3.3. Usar de sinceridade nas respostas que nos pede e exige.

3.4. Possui boa capacidade para se lhe ensinar a tocar instrumentos e criar composições simples.


3.5. Está numa fase em que a figura da mãe ocupa o centro do seu universo. Essa imagem será o meio que canalizara a sua formação e educação.


3.6. Entregar-lhe os objetos necessários para que trabalhe sozinha.


3.7. Procurar conhecer as características peculiares e individuais da criança, bem como as suas aptidões e caráter, para se poder orientar corretamente a sua personalidade e desenvolver as suas potencialidades.


3.8. Ajudá-la a concentrar-se durante algum período de tempo numa atividade para que aprenda a educar a sua atenção.

3.9. Apoiá-la e orientá-la continuamente em todos os campos e atividades.


3.10. Não levar muito a sério os seus "contos". Normalmente são o produto de não distinguir claramente o real do imaginário.

3.11. É uma etapa em que a criança está naturalmente aberta à atuação pedagógico-formativa dos pais e educadores.

3.12. A sua atividade e maturidade motriz capacita-a para a iniciação em determinados tipos de desportos.

3.13. É necessário que constantemente, em cada coisa que faz bem, seja elogiada e aplaudida.

3.14. Contar e ler-lhe histórias formativas que despertem a sua imaginação e a ajudem a fomentar o hábito da leitura.

3.15. Proporcionar-lhe, continuamente, experiências novas e concretas de acordo com a sua idade, pois está aberta a receber novos conhecimentos.


Tipos de atividades. Estorias de bichinhos, animadas com figuras coloridas, fantoches, etc.
   Jogos de memória
   Quebra-cabeças com partes grandes e de poucas peças (pode ser feito colando-se gravuras em um papelão ou cartolina grossa e depois se recortando aumentando-se as peças de acordo com o desenvolvimento da criança
   Jogas de bola
   Brincadeiras de faz de conta
   Brincadeiras de roda
   Desenho livre
   Pintura
   Recorte e colagem com diversos materiais: algodão, sucata, lã, tecidos
   Legos
   Bandinha de musica (liga-se a ritmos)
   Teatrinho- gosta de vestir roupas de adulto ou fantasias diversas (as roupas poderão ser  com papel crepom ou chapeis de jornal, etc.)
   Gostam de criar (trabalhos manuais) exemplo, com canudos de macarrão, anilina e um cordão eles podem criar um colar e se divertem conseguindo fabricar algo.
   Aprendem vendo, por isso, existem aulas que podem ser dadas junto à natureza e no final do passeio, vários materiais são coletados para um painel ou trabalho manual. Por exemplo: com folhas e cascas de arvore pode-se criar uma composição colando-as em um papel representando uma arvore.  (TEMA: Deus e a natureza)
   Os pequenos gostam de escutar a mesma estória varias vezes e gostam de decorá-la.
   As aulas devem ser dinâmicas, pois não se concentram muito tempo em uma mesma atividade Não delibera antes de agir nem organiza as suas conversas; atua e fala sem pensar
   Jogos de imitação




3 comentários:

  1. amei entender um pouco mais o mundo da crianca


    ResponderExcluir
  2. adoro ler sobre crianças, e cada vez aprender mais sobre elas.

    ResponderExcluir